sexta-feira, 30 de julho de 2010

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Tubo de Ensaio Making off

video


Projeto Multimídia
Tubo de Ensaio

Mais 1 protesto


O BARATO SAI CARO.....

A solenidade de formatura é um momento sublime em que o formando, a família e os amigos criam expectativas antes e durante a cerimônia, por esse motivo é necessário a escolha de uma empresa que tenha propostas comprometidas com a transparência, objetividade e qualidade dos seus serviços. Essa deveria ser a estrutura básica para o funcionamento desse tipo de serviço.

Assim gostaria de alertar aos futuros formandos que desejam realizar uma solenidade de formatura, que busquem conhecer as empresas que prestam esse tipo de serviço. Pois tive uma experiência bastante negativa com a empresa “PRISMA EVENTOS”, e o barato acabou custando caro, a empresa ofereceu um pacote de serviços por um preço acessível e ainda propôs dividir em dez parcelas fixas. Porém para minha surpresa a Prisma não evidenciou que as quatro ultimas parcelas seriam acrescidas sob alegação de que a empresa precisaria cobrir custos com os boletos bancários expedidos, outro agravante é que no momento de assinar o contrato a mencionada empresa apenas sugere uma forma de pagamento e não oferece outra maneira tais como: (depósito em conta ou cartão de crédito), além disso a empresa também não tem o controle dos pagamentos efetuados pelo boleto. A Prisma colocou as seguintes condições emitiu 04 (quatro) boletos das primeiras parcelas, 02 (dois) pagamentos avulso na sede da empresa e mais 04 (quatro) parcelas acrescidas de R$ 8,00 (oito reais), ou seja, você paga as quatro primeiras parcelas como valor normal estabelecido durante a assinatura do contrato, depois paga duas parcelas no escritório da empresa, quando chega próximo da data do evento vem a surpresa maior, o cliente paga as quatro ultimas parcelas acrescidas de oito reais, não restando outra alternativa, pois a data da solenidade já está próxima e seria um transtorno não aceitar essa condição imposta.

Bom, essas são as surpresas antes do evento, durante o evento a empresa possui poucos recursos para atender as necessidades básicas do cliente, o número de fotógrafos é insuficiente causando transtornos para o formando e seus convidados. A empresa disponibilizou um camarim no qual foi disponibilizado água, uísque, refrigerante e vinho para os formandos, foi proposto um brinde com toda a turma, porém não houve, pois os organizadores da empresa não conseguiram reunir todos para fazer a foto, além disso, a pessoa que estava à frente da organização do evento mostrou-se bastante stressada devido à quantidade de convidados que estavam presentes na solenidade.

Durante o evento solene, enquanto estávamos sentados nos assentos reservados aos formandos tivemos apenas um copo de água e lenços de papel, durante as três horas de duração do referido evento. Na entrega do diploma a pessoa responsável pelo som não conseguia encontrar a música escolhida pelo formando no momento da colação de grau, fato que este que causou um clima de angustia e tensão para muitos. Somente depois de algum tempo o funcionário da empresa conseguiu regularizar a situação.

Ficou acordado que as becas alugadas pela empresa poderiam ser devolvidas no final da solenidade ou no dia seguinte que se tratava de um sábado, é válido ressaltar que no sábado a empresa só funciona até as 12h00, mas continuando a situação da devolução da beca, a Prisma eventos se propôs a receber as becas de volta no final da solenidade de formatura, porém pouquíssimos formandos conseguiram tal façanha, uma vez que os funcionários da referida empresa sumiram em tempo record após o termino do evento. Desta forma no dia seguinte liguei para a empresa e fui informada que caso não entregasse a beca naquele dia, seria multada com o valor de R$ 100,00 (cem reais) ao dia, ou seja, depois de todo o desgaste e cansaço da solenidade, fui obrigada a me deslocar até o escritório da empresa, o que me causou mais cansaço e stress.

Enfim, diante de toda essa realidade é importante observar e pesquisar bastante antes de fechar contrato com uma empresa de eventos, pois as facilidades e os preços acessíveis podem trazer um prejuízo emocional e um transtorno irreparável uma vez que depois de realizado o evento não há como voltar no tempo, e o barato acaba saindo caro.





quarta-feira, 21 de julho de 2010

Cursos Livres - Fundação Clemente Mariani

História e Etnia

Release

PROJETO CURSOS LIVRES 2010 / Cedic-BA


A Fundação Clemente Mariani através do Cedic-BA promove a 3ª Edição dos Cursos Livres 2010, cujo tema é: História e Etnia, a ser ministrado pelo Professor Doutor John Monteiro. A proposta do projeto está relacionada com as atividades científicas na área de Ciências Humanas, que busca difundir a sua produção entre a comunidade acadêmica. Maiores informações no telefone (71) 3243-2666.

INSCRIÇÃO: de 26 de junho a 9 de agosto de 2010

LOCAL: Rua Miguel Calmon, nº. 398 - Comércio.

TEL: 71 3243-2666

CURSO: História e Etnia

PALESTRANTE: John Manuel Monteiro da UNICAMP (Especialista em história indígena, com vasta experiência em pesquisa documental nas Américas, Europa e Índia).

DATA: 16 a 20 de agosto

HORÁRIO: 14:00 às 18:00

INVESTIMENTO: R$ 30,00

PRODUÇÃO: Fundação Clemente Mariani e Cedic-BA



segunda-feira, 5 de julho de 2010

Será que sediaremos a Copa do Mundo?


Salvador está vivendo um clima de angustia, pois a cidade atualmente beira o caos, falta infra-estrutura, projetos viários que desafoguem o tráfego, um transporte de massa de qualidade e eficiente, hospitais, centros de convenções, ginásios de esportes qualificados, projetos sociais, desenvolvimento econômico que distribua renda e amenize a desigualdade social que paira sobre a população soteropolitana, educação de qualidade, apoio a cultura e lazer, e outros fatores que contribuem para a qualidade de vida de uma cidade e seus habitantes. Com todas estas deficiências em menos de quatro anos encontrar soluções imediatas para sanar problemas que se arrastam ao longo do tempo, passando por diversas más administrações da cidade e interesses escusos de uma minoria dominante, se torna algo extremamente complicado de planejar, gerenciar e executar. Não acredito que Salvador esteja preparada pra sediar um evento de tal magnitude como a “Copa do Mundo”, tenho severas críticas às gestões passadas, porém esta administração atual é inoperante e só confirma e testifica aquilo que “os filhotes da ditadura” fizeram no passado, subtrair, dividir, explorar, sugar e superfaturar; pois para os políticos dinossauros da nossa cidade a copa é um prato cheio para solicitar verbas do governo federal, adquirir empréstimos, endividar os cofres públicos e largarem a conta em nossas mãos. Podemos até receber melhorias e benefícios em função do evento, porém os nossos gestores ofereceram a nossa alma como pagamento da dívida e crédito, e farão os nossos bolsos sangrar por várias copas e jogos olímpicos.