segunda-feira, 5 de julho de 2010

Será que sediaremos a Copa do Mundo?


Salvador está vivendo um clima de angustia, pois a cidade atualmente beira o caos, falta infra-estrutura, projetos viários que desafoguem o tráfego, um transporte de massa de qualidade e eficiente, hospitais, centros de convenções, ginásios de esportes qualificados, projetos sociais, desenvolvimento econômico que distribua renda e amenize a desigualdade social que paira sobre a população soteropolitana, educação de qualidade, apoio a cultura e lazer, e outros fatores que contribuem para a qualidade de vida de uma cidade e seus habitantes. Com todas estas deficiências em menos de quatro anos encontrar soluções imediatas para sanar problemas que se arrastam ao longo do tempo, passando por diversas más administrações da cidade e interesses escusos de uma minoria dominante, se torna algo extremamente complicado de planejar, gerenciar e executar. Não acredito que Salvador esteja preparada pra sediar um evento de tal magnitude como a “Copa do Mundo”, tenho severas críticas às gestões passadas, porém esta administração atual é inoperante e só confirma e testifica aquilo que “os filhotes da ditadura” fizeram no passado, subtrair, dividir, explorar, sugar e superfaturar; pois para os políticos dinossauros da nossa cidade a copa é um prato cheio para solicitar verbas do governo federal, adquirir empréstimos, endividar os cofres públicos e largarem a conta em nossas mãos. Podemos até receber melhorias e benefícios em função do evento, porém os nossos gestores ofereceram a nossa alma como pagamento da dívida e crédito, e farão os nossos bolsos sangrar por várias copas e jogos olímpicos.

Um comentário:

Mila disse...

Concordo plenamente com o comentário. Mas a imagém do estádio não é a proposta para a Fonte Nova... a imagem não é Salvador.